Como aguardar o feedback da entrevista sem enlouquecer?

Você fez a entrevista, deu o melhor de si, foi para casa e agora precisa aguardar a resposta da empresa. Não importa quantas vezes você passe por esse processo, ele nunca fica mais fácil. Não é para menos, afinal esse feedback pode mudar a sua vida, certo?

Quantas vezes o recrutador não falou que iria entrar em contato seja para dar notícias boas ou ruins, mas nunca nem voltou a falar com você? Ou quantas vezes ele já atrasou o prazo que estabeleceu para dar o feedback? Essas coisas são muito comuns, mas isso não facilita essa espera, não é?

Para te ajudar a lidar melhor com essa situação de aguardo sem perder a cabeça, tenho 3 dicas bem eficientes:

  • Tenha um lembrete do dia

Se o recrutador te informar que ele irá dar um feedback daqui a 20 dias, coloque um lembrete em seu celular para daqui a 25 dias. Sim, adicione sempre 5 dias a mais do que o número estabelecido. Isso porque o setor de RH da empresa costuma atrasar por quaisquer motivos que sejam.

Dessa forma, você não precisa ficar checando a data e seus contatos todos os dias, pois terá a certeza de que será lembrado. Então, quando o lembrete tocar e você ainda não tiver recebido a resposta, fique livre para enviar um e-mail perguntando sobre a vaga e verificando a possibilidade de obter um feedback.

  • Não se apegue

           Muita gente comete o erro de se apegar à vaga em questão e por isso começa a agir como se a sua vida dependesse apenas do resultado daquela entrevista. Esse tipo de comportamento prejudica e muito a sua saúde mental, sabia? Por enquanto você não deve fazer planos. A vida vai continuar depois da entrevista e o foco está em continuar agindo em favor da sua recolocação.

Então toque o barco e continue se esforçando e dando o seu melhor para as entrevistas futuras. Nunca deixe de correr atrás de melhores oportunidades. Não veja esse período entre feedbacks como um momento de espera e sim de atitude.

  • Não faça planos para a vaga

Algumas pessoas mal realizam a entrevista e já começam a fazer planos para o futuro tendo em mente apenas essa vaga. Por exemplo, você foi fazer uma entrevista em outra cidade e já está procurando casas, escolas e outros serviços por lá porque parte de você acredita que a vaga é sua. Você já começa a ver academia nas redondezas da empresa, médicos que atendem pelo convênio médico do possível novo empregador e estacionamento pra deixar o carro perto da nova perspectiva do trabalho.

Isso também tem a ver com a questão de se apegar. Não aja dessa forma. Não faça planos para um futuro incerto, pois, caso algo dê errado, a frustração e a decepção serão muito maiores. Viva a sua rotina normalmente e se possível ocupe-se. Toda vez que se ver pensando no retorno do processo seletivo mude o foco. Pense nas outras oportunidades, abra o seu LinkedIn e navegue por lá e faça mais pesquisas em sites de vagas. Quando a ansiedade bater forte passe a mão no telefone e chame seus amigos para tomar um café ou dar uma caminhada no parque.

Aceite que neste momento você não está no controle da situação. Aprenda a lidar com isto. Aceite e foque no que pode controlar: seu comportamento, seus pensamentos e sua atitude.

Depois de ler as dicas, espero que você consiga seguir em frente com paciência e dedicação. O importante é se esforçar cada vez mais e as notícias positivas virão, pois elas são uma consequência do seu trabalho para se recolocar.

 

Taís Targa

Psicóloga, Coach, Mestre em Educação, Job Hunter, Especialista em Recolocação e Carreira. Reconhecida como uma das 15 brasileiras que mais influenciaram o LinkedIn em 2016 – LinkedIn Top Voices. Vlogueira, palestrante, escritora, viciada em redes sociais e empreendedora. Diretora da empresa TTarga Carreira e Recolocação.

Minha missão de vida é fazer com que você conquiste o emprego dos seus sonhos.

Se quiser saber tudo sobre a minha vida e carreira me siga no Instagram.

Você pode se interessar por

Deixe um comentário